ATR

Confira o ATR de Abril 2018.

Saiba Mais..

Açúcar

Saiba sobre a cotação semanal do Açúcar. Atualizado em 31/07/2018

Saiba Mais..

Etanol

Cotação semanal do Álcool Anidro Combustível e Hidratado. Atualizado em 27/07/2018.

Saiba Mais..

Boletim Sucroalcooleiro analisa evolução do setor

Estudo mostra a evolução da produção e da produtividade da cana-de-açúcar por região produtora, indicando crescimento de produção nas regiões Centro-Sul e Centro-Oeste e redução da produção no Nordeste. Com relação à produtividade, os dados mostram estagnação das regiões em geral. As informações são do Boletim Sucroalcooleiro que analisa dados do Departamento da Cana-de-Açúcar e Agroenergia do Ministério da Agricultura da primeira quinzena de novembro de 2014, além da estimativa da União da Agroindústria Canavieira (UNICA) para a safra 2014/2015. O estudo mostra dados sobre a produção nacional de cana-de-açúcar, açúcar e etanol até 1º de novembro de 2014.

O boletim foi produzido pelo Centro de Pesquisa em Economia Regional (Ceper) da Fundação para Pesquisa e Desenvolvimento da Administração, Contabilidade e Economia (Fundace), que conta com a participação de professores da Faculdade de Economia, Administração e Contabilidade de Ribeirão Preto (FEARP) da USP. O estudo traz a área total de cana-de-açúcar disponível para colheita na região Centro-Sul e também segmentada por oito estados que a compõem. O boletim aponta que desde a safra 2009/2010 a área disponível no estado de São Paulo segue estagnada enquanto que na região Centro-Sul houve desaceleração na área plantada.

Os dados mostram também a redução da participação de São Paulo na área total disponível para colheita na região Centro-Sul. A queda na participação paulista foi de 10 pontos percentuais, indo de 70% em 2003/2004 para 60% na safra 2013/2014. Segundo o boletim, os estados de Goiás, Minas Gerais, Mato Grosso de Sul e Paraná foram responsáveis pelo crescimento da área disponível de cana-de-açúcar nas últimas safras na região Centro-Sul.

O boletim mostra também a evolução da área disponível para colheita de cana-de-açúcar nas diversas Regiões Administrativas do estado de São Paulo. O estudo mostra dinâmicas distintas em cada região como crescimento intenso de área em São José do Rio Preto, crescimentos menores em Bauru e Presidente Prudente e reduções em Ribeirão Preto, Franca e Campinas, por exemplo.

Preços

Além dos dados já citados, o estudo traz a evolução dos preços do etanol no mercado spot (entre usinas e distribuidoras) a partir do final de 2011, mostrando estabilidade no período, após leve redução no final de 2011. Dentro do mesmo período foi o açúcar que sofreu queda, decorrente de um cenário internacional ainda fraco.

As exportações do setor também mostraram queda, tanto para o etanol quanto para o açúcar. Os pesquisadores concluem que a retração da demanda externa tem sido um elemento crucial na crise apresentada pelo setor, além da fraca demanda interna e da política de controle do preço da gasolina.

Ceper/Fundace

O Centro de Pesquisa em Economia Regional foi criado em 2012 e tem como objetivo desenvolver análises regionais sobre o desempenho econômico e administrativo regional do País. Sua criação reúne a experiência de diversos pesquisadores da Faculdade de Economia, Administração e Contabilidade de Ribeirão Preto (FEARP) da USP em pesquisas relacionadas ao Desenvolvimento Econômico e Social em nível regional, a análise de Conjuntura Econômica, Financeira e Administrativa de municípios e Gestão de Organizações municipais, entre outros. A iniciativa de criação do Centro foi dos pesquisadores Rudinei Toneto Junior, Sérgio Sakurai, Luciano Nakabashi e André Lucirton Costa, todos da FEARP. Os Boletins Ceper têm o apoio do Banco Ribeirão Preto, Imobiliária Fortes Guimarães, São Francisco Clínicas e Construtora e Incorporadora Stéfani Nogueira.

A Fundação para Pesquisa e Desenvolvimento da Administração, Contabilidade e Economia (Fundace) é uma instituição privada sem fins lucrativos criada em 1995 para facilitar o processo de integração entre a FEARP e a comunidade. Oferece cursos de pós-graduação (MBA) e extensão em diversas áreas. Também realiza projetos de pesquisa in company além do levantamento de indicadores econômicos e sociais nacionais regionais.

Fonte Original: Agência USP

Parcerias

Pernambuco Equipamentos de Proteção Individual Ltda