ATR

Confira o ATR de Abril 2018.

Saiba Mais..

Açúcar

Saiba sobre a cotação semanal do Açúcar. Atualizado em 31/07/2018

Saiba Mais..

Etanol

Cotação semanal do Álcool Anidro Combustível e Hidratado. Atualizado em 27/07/2018.

Saiba Mais..

Demanda dá suporte ao etanol hidratado ao longo da safra

A demanda aquecida tem dado suporte aos preços do etanol hidratado no mercado interno ao longo da safra 2015/2016, iniciada em abril. De acordo com relatório do Centro de Estudos Avançados em Economia Aplicada (Cepea/Esalq/USP) recebido pela Agência Estado, nem mesmo o avanço da moagem de cana-de-açúcar e a maior destinação de matéria-prima para a produção do biocombustível têm conseguido fazer frente ao consumo em alta.
Na semana passada, o preço médio do produto foi de R$ 1,2292 por litro, acumulando perda de 3% na temporada. Em igual intervalo do ciclo 2014/2015, porém, a desvalorização havia sido muito maior, de 10,5%. Os valores referem-se ao hidratado retirado nas usinas paulistas, sem impostos.
No caso do anidro, a sustentação vem do menor volume de produção no Centro-Sul, principal região produtora do País. Na última semana, o preço médio em São Paulo desse biocombustível, misturado em 27% à gasolina, foi de R$ 1,3652 por litro, aumento de 2% na parcial da safra. Há um ano, a variação havia sido negativa em 13,6%.
Dados da União da Indústria de Cana-de-açúcar (Unica) mostram que as vendas totais de etanol para os mercados interno e externo atingiram 6,9 bilhões de litros no acumulado do ciclo 2015/2016 até 1º de julho, 17% mais na comparação com os 5,9 bilhões de litros observados nos três primeiros meses da temporada anterior. Só de hidratado foram comercializados 4,5 bilhões de litros (+44,5%). Em termos de produção, foram fabricados 5,72 bilhões de litros desse tipo de etanol, aumento de 17,6%.
A demanda maior por hidratado é resultado direto da recomposição da Contribuição de Intervenção no Domínio Econômico (Cide) na gasolina, que encareceu esta. Além disso, houve redução da alíquota de ICMS incidente sobre o álcool em Minas Gerais, o que estimulou a demanda por lá. O Estado possui a segunda maior frota do País.
Conforme a Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP), o hidratado é mais vantajoso que o combustível fóssil em Minas Gerais há 15 semanas. O mesmo vale para Goiás, Mato Grosso, Mato Grosso do Sul, Paraná e São Paulo, que figuram como os maiores produtores nacionais.
Nos postos paulistas, por exemplo, o etanol equivale a 62,25% do preço da gasolina - a relação é favorável ao produto de cana-de-açúcar quando está abaixo de 70%. No início da safra 2015/16, contudo, o porcentual girava em torno de 65%


Fonte: Estadão Conteudo

Parcerias

Pernambuco Equipamentos de Proteção Individual Ltda