ATR

Confira o ATR de Novembro 2017.

Saiba Mais..

Açúcar

Saiba sobre a cotação semanal do Açúcar. Atualizado em 13/06/2017

Saiba Mais..

Etanol

Cotação semanal do Álcool Anidro Combustível e Hidratado. Atualizado em 24/11/2017.

Saiba Mais..

USDA atualiza estimativas para produção de açúcar do Brasil

A moagem de cana do Brasil em 2017/18 foi estimada em 645 milhões de toneladas pelo adido agrícola do Departamento de Agricultura dos Estados Unidos (USDA) em São Paulo, mantendo os números da projeção anterior, de seis meses atrás. Para o Centro-Sul, os números também ficaram inalterados, em 600 milhões de toneladas.

O adido apontou em seu relatório que um clima favorável na maior parte das regiões do Centro-Sul, combinado com uma melhora nos tratos culturais, compensará o envelhecimento dos canaviais e uma estiagem ocorrida entre junho e agosto.

Para o Norte-Nordeste, que iniciou a safra no final de setembro, o adido do USDA manteve sua estimativa de 45 milhões de toneladas para a moagem de cana.

A produtividade agrícola no Centro-Sul está projetada em 68,25 toneladas de cana por hectare, queda de 2% na comparação com o ano passado, resultado de um clima mais seco que o normal nos estados de Goiás e Minas Gerais e em algumas áreas específicas de São Paulo durante o período chuvoso, entre setembro e março. A queda moderada no rendimento também reflete o envelhecimento geral dos canaviais.

Já o rendimento industrial está estimado em 133,58 quilos de açúcar por tonelada de cana, 0,44 quilo acima da estimativa anterior, devido ao clima mais seco mencionado acima.

A produção total de açúcar do Brasil em 2017/18 deve atingir 40,2 milhões de toneladas, contra 39,15 milhões de toneladas na temporada passada, alta de 2,7%. Aproximadamente 48,3% da cana colhida deve ser direcionada ao açúcar nessa temporada em termos nacionais.

Já as exportações de açúcar para o ano comercial 2017/2018 foram estimadas em 29,6 milhões de toneladas, em valor bruto, contra 28,5 milhões de toneladas no ano anterior, acrescentou o adido. O consumo interno vai aumentar modestamente, passando de 10,55 milhões de toneladas para 10,6 milhões de toneladas.



Fonte: Agência SAFRAS - retirado do site CanaOnline

Parcerias

Pernambuco Equipamentos de Proteção Individual Ltda