ATR

Confira o ATR

Saiba Mais..

Açúcar

Saiba sobre a cotação semanal do Açúcar.

Saiba Mais..

Etanol

Cotação semanal do Álcool Anidro Combustível e Hidratado.

Saiba Mais..

FERTILIZANTES: MERCADO SE REORGANIZA DIANTE DE ESCASSEZ DE INSUMOS


A escassez de potássio, fosfato e gás natural, ingredientes para a produção de fertilizantes, está impulsionando ações de fabricantes do setor e estimulando o investimento em países com capacidade produtiva. O aperto na oferta se deve ao fato de Rússia e Belarus produzirem mais de um terço do potássio global e dominarem o mercado de gás natural. Os preços dos fertilizantes à base de potássio dispararam 75% em 2022 e os preços da ureia subiram 60% em um mês.

Desde que a Rússia invadiu a Ucrânia, há um mês, as ações da canadense Nutrien, maior fabricante de fertilizantes do Hemisfério Ocidental, subiram 37%. A empresa tem capacidade de reposição de potássio suficiente para substituir mais de um terço do que está fora do mercado por conta da Rússia e de Belarus, segundo Brian Madden, gerente da consultoria First Avenue Investment Counsel.

A Nutrien tem ainda dois grandes concorrentes no continente: a Mosaic e a CF Industries Holdings. "A CF pode ´matar´ todo mundo no mercado, porque tem gás natural americano barato", afirma o analista de produtos químicos e agricultura da Piper Sandler, Charles Neivert. A Arábia Saudita e países vizinhos do Golfo também estão aumentando a produção de fertilizantes nitrogenados de 7% a 9% ao ano.


Fonte: Dow Jones Newswires - retirado do Broadcast Agro

CREDORES DA USINA SÃO FERNANDO APROVAM VENDA PARA A PEDRA AGROINDUSTRIAL

A Pedra Agroindustrial, grupo sucroalcooleiro que três usinas em São Paulo e é sócio da Copersucar, deverá ser a nova dona da Usina São Fernando, em Dourados (MS), que está falida e parada há mais de um ano. Em assembleia realizada hoje (29/3), os credores da usina concordaram com a venda à Pedra detrimento da proposta apresentada pela Energética Santa Helena e a gestora Möbius Capital.

A Pedra ofereceu um pagamento de R$ 661 milhões aos credores, que será feito ao longo de 20 anos. A proposta reduz em mais de 60% da dívida total, que hoje passa de R$ 2 bilhões. Os principais credores da São Fernando são o BNDES e o Banco do Brasil, que, em 2007, financiaram a construção da usina para o então proprietário, José Carlos Bumlai.

Na proposta protocolada nos autos, a Pedra mencionava o interesse de desmontar os equipamentos e máquinas da indústria e levá-los a outras usinas. Já os concorrentes tinham proposto um desconto menor, porém com maior prazo de pagamento e parcelas bem menores a serem pagas nos primeiros dez anos. O plano da Santa Helena e da gestora Möbius também dependia de investimentos na formação de novos canaviais, já que as áreas que atendiam a Usina São Fernando passaram a ser usadas para outras ocupações de solo, como o plantio de grãos.


Fonte: Valor Econômico

Parcerias

Pernambuco Equipamentos de Proteção Individual Ltda