ATR

Confira o ATR de Novembro 2017.

Saiba Mais..

Açúcar

Saiba sobre a cotação semanal do Açúcar. Atualizado em 13/06/2017

Saiba Mais..

Etanol

Cotação semanal do Álcool Anidro Combustível e Hidratado. Atualizado em 24/11/2017.

Saiba Mais..

USDA atualiza estimativas para produção de açúcar do Brasil

A moagem de cana do Brasil em 2017/18 foi estimada em 645 milhões de toneladas pelo adido agrícola do Departamento de Agricultura dos Estados Unidos (USDA) em São Paulo, mantendo os números da projeção anterior, de seis meses atrás. Para o Centro-Sul, os números também ficaram inalterados, em 600 milhões de toneladas.

O adido apontou em seu relatório que um clima favorável na maior parte das regiões do Centro-Sul, combinado com uma melhora nos tratos culturais, compensará o envelhecimento dos canaviais e uma estiagem ocorrida entre junho e agosto.

Para o Norte-Nordeste, que iniciou a safra no final de setembro, o adido do USDA manteve sua estimativa de 45 milhões de toneladas para a moagem de cana.

A produtividade agrícola no Centro-Sul está projetada em 68,25 toneladas de cana por hectare, queda de 2% na comparação com o ano passado, resultado de um clima mais seco que o normal nos estados de Goiás e Minas Gerais e em algumas áreas específicas de São Paulo durante o período chuvoso, entre setembro e março. A queda moderada no rendimento também reflete o envelhecimento geral dos canaviais.

Expansão da cana-de-açúcar no Brasil pode reduzir emissão global de CO2, diz estudo

A expansão da produção de cana-de-açúcar no Brasil para a conversão em etanol poderia reduzir as emissões globais de dióxido de carbono em até 5,6% , diz estudo publicado na “Nature Climate Change” nesta segunda-feira (23). A análise foi coordenada por Stephen P. Long, da Universidade de Illinois (EUA) e incluiu cientistas da USP (Universidade de São Paulo).

"A produção de etanol à base de cana no Brasil hoje é muito mais eficiente que o etanol de milho, e gera apenas 14% das emissões de dióxido de carbono do petróleo", diz Amanda de Souza, estudante de pós-doutorado da Universidade de São Paulo, que faz estágio na Universidade de Illinois.

A equipe utilizou modelos matemáticos para avaliar o impacto da produção de etanol como combustível. Eles projetaram que a expansão da cultura de cana no Brasil deve ser feita de forma maciça, em uma área de terra que equivaleria à junção dos estados do Texas e da Califórnia, nos Estados Unidos.

Parcerias

Pernambuco Equipamentos de Proteção Individual Ltda